web analytics

Comunistas não garantem recolha de lixo nas autarquias CDU e insistem em chamar “porcos” a todos para se desculparem

mono

À semelhança do que acontece no Município do Seixal (CDU), a Autarquia de Sesimbra (CDU), também não garante a recolha de lixo por falta de pessoal, e opta, ainda, por insistir na culpabilização de todos os residentes e visitantes.
 
Os orgãos de comunicação oficiais do município de Sesimbra, avançaram com a informação, durante o dia de ontem, em comunicado, que “em vários pontos do concelho de Sesimbra, com base em alertas de munícipes, tem sido detectado a deposição incorrecta de lixo ao lado dos contentores, quando estes não se encontram cheios” e que seriam comportamentos que denotavam falta de civismo da população.
 
A CDU Sesimbra, vai ainda mais longe e sugere, aos munícipes, que passem a contactar a Câmara e a fiscalizar as zonas de recolha, já que tais actos, podem ser punidos por lei.
 
De acordo com vários habitantes, têm sido reportadas, à autarquia, sucessivas falhas de recolha de lixo no concelho de Sesimbra. E mesmo após contacto, os serviços de salubridade camarários, não respondem ou tardam a responder, demorando quase sempre uma simples intervenção.
 
Na freguesia da Quinta do Conde, chegou mesmo a ser necessário, os munícipes, recorrerem à comunicação social para pressionarem a autarquia a cumprir funções.
 
O site sesimbracultural.pt, disponibiliza um mapa de pessoal, da Autarquia do Seixal, para análise, comparação ou reflexão pública e solicita à Rádio Sesimbra FM, pela verdade de informação, uma revisão no comunicado emitido durante o dia de ontem e a inclusão do mesmo mapa, no caso de Sesimbra, que talvez por lapso não tenha sido anexado.
 
 
mapa
 
Porque se telefona para a Câmara Municipal do Seixal, para recolherem os monos e não atendem o telefone?
 
Porque faltam 11 pessoas, num total de 42 das que fazem isso, ou seja, faltam 26%.
 
Porque no Seixal tem havido muito lixo? Faltam 39 cantoneiros de limpeza, num total de 162, ou seja, 24%.
 
Porque os jardins, no Seixal, à porta das residências, estão ao abandono e cheios de lixo? Faltam 26 jardineiros, num total de 78, ou seja, 34 %.
 
Porque os carros do lixo passam mais tempo no estaleiro do que a recolher lixo?
 
Porque faltam 6 mecânicos, num total de 16, ou seja 38%.
 
Quantas pessoas faltam ou se ausentam, no Gabinete de Comunicação da Autarquia do Seixal, de onde sai o Boletim Municipal, que possui um custo anual, em Sesimbra, de quase 30.000 € e que no qual, pretende que todos os munícipes acreditem que se encontra tudo bem? Apenas 3, em 41.
 
José Polido (CDU), vereador do ambiente, na autarquia de Sesimbra, afirmou, à imprensa local, que nos últimos anos, saíram mais de cem funcionários, na sua maioria operacionais.
 
Para José Polido, os recursos humanos, é uma das áreas mais complicadas de gerir, considerando assim, outros sectores camarários, mais importantes do que o sector responsável pela saúde pública em Sesimbra.