web analytics

Tentativa de manipulação para afastar irresponsabilidades autárquicas na Praia do Ribeiro de Cavalo envergonha Sesimbra

RCPOST

Uma tentativa de manipulação, nas redes sociais, para salvaguardar a posição da Autarquia de Sesimbra (CDU), face às falhas de recolha de lixo diárias na praia do Ribeiro de Cavalo, acabou por envergonhar a população local e até a própria Vila de Sesimbra.
 
O post não demorou a viralizar, e os sucessivos comentários, vindos de muitos residentes, devido à grande afluência este ano à “praia mais tailadensa de Portugal”, acabou por chocar a opinião pública e rotular as gentes da Vila piscatória, de egoístas, mesquinhos e bairristas.
 
O post, composto por uma imagem da Praia do Cavalo cheia, que estaria acompanhada de uma legenda que visava culpar o site Sesimbra Cultural, a TVI, as Revistas Visão e Time Out e as partilhas nas redes sociais, pela sua divulgação nos últimos dois anos e demarcar a falta de manutenção autárquica incompreensível, foi o suficiente para dar uma má imagem à própria população residente.
 
Alguns locais intervieram, apelando a uma mudança de mentalidades e frisando que “todos teriam direito ao paraíso” por não se tratar de uma zona privada.
 
“Toda a gente procura a praia perfeita, com pouca ou nenhuma gente. Chegou ao domínio público e encheu? Se estão ali, não estão noutro lado. Haverá alguma praia mais vazia. Não é culpa de ninguém, nem ninguém tem direito a reclamar uma praia ou uma sombra de uma árvore só porque no ano passado lá esteve e não estava lá ninguém.”
 
“Sesimbra também foi um “paraíso” antes de ter sido descoberta pelos turistas, mas até aposto que 90% dos ofendidos que aqui escrevem passam o tempo a dizer que precisamos de mais turismo em Sesimbra…. enfim, incoerências!”
 
“Acho um pouco egoísmo da parte das pessoas quererem uma coisa só porque habitam na zona! Por essa ordem de ideias, ninguém podia ir à serra da Estrela a não ser quem é da Serra da Estrela, ou ir a Lagos, que tem praias também espectaculares, a não ser os habitantes de Lagos! É normal algo bonito, ainda digo mais, espectacular, que toda a gente queira ir, partilhar momentos e conhecer.”
 
“É o preço que todos nós pagamos por uma política de “Turismo” mal implementada e mal conduzida.”