web analytics

Carnavalescos imploram nas redes sociais para que se ignore site Sesimbra Cultural

mega samba

Alguns associados das escolas de samba e funcionários de outros meios de comunicação local ao serviço da Câmara Municipal de Sesimbra (CDU), têm vindo a apelar nas redes sociais aos demais e por outras vias, para ignorarem o conteúdo difundido por este site.
 
Depois de ter sido exposto publicamente o caso “excesso de Carnaval”, devido às dificuldades económicas que a Vila de Sesimbra atravessa neste momento, resultantes de uma distribuição inadequada do Orçamento Municipal, está a ser feita, mais uma acção de manipulação por quem sempre cobiçou o nosso potencial difusor, sobretudo, pela incapacidade dos meios de comunicação em que alguns “ocupam” cargos laborais.
 
Apesar de tal como procedem outros sites, verificarmos regularmente os nossos dados estatísticos, através do Google Analytics e de outros meios legais, que nos permite apurar, que a maioria dos leitores que nos seguem, não são residentes do Concelho de Sesimbra, os sambistas e algumas organizações de eventos associadas ao Carnaval, passaram a questionar com regularidade a utilidade do site mais popular do Concelho.
 
Importa recordar, que os carnavalescos, vários activistas CDU e tais funcionários de Orgãos de comunicação local, subsidiados com o Erário Público, já teriam se empenhado em efectuar exercícios de difamação e manipulações junto da comunidade local, culminando num boicote massivo a este site.
 
Desde o inicio do ano corrente que cessámos parcialmente a promoção turística do Concelho, reflectindo-se vivamente numa redução notável de turistas na Vila de Sesimbra.
 
Ora, deixamos apenas uma simples questão: Se existem assuntos pertinentes de interesse público que não são noticiados pelos Orgãos de comunicação em Sesimbra, porque razão esses meios de comunicação estão a ser financiados com o dinheiro dos contribuintes?
 
Jornalismo é publicar aquilo que alguém não quer que se publique. Todo o resto é publicidade. ― George Orwell