web analytics

Canil de Sesimbra despede funcionária após voluntária denunciar abates nas redes sociais

canil

Segundo o site da CM de Sesimbra, o Canil Municipal da vila não se encontra aberto ao público por razões de logística. Contudo, as redes sociais têm sido uma ferramenta de grande utilidade como forma de encorajar a adopção de animais e voluntariados por todo o país. No passado Domingo, uma amiga de uma das funcionárias do respectivo Canil dirigiu-se ao local na qualidade de voluntária para também ajudar nas limpezas do recinto, na alimentação e no passeio dos animais, tirando fotografias para a promoção de adopções no Facebook.
 
Segundo essa ajudante, um dos seus posts resultou numa incompreensível indignação da Veterinária do Canil e de toda a sua equipa por ter exposto a cruel verdade sobre os abates nos canis municipais.
 
Ao não se privar do seu direito de opinião, de se manifestar publicamente sobre a realidade que existe por trás das cortinas e de que afinal o homem está ainda muito longe de ser o melhor amigo do cão, a voluntária foi acusada de denegrir a imagem do Canil e a funcionária por sua vez, responsabilizada e despedida por um acto individual que não foi seu.
 

canil2

 
Posteriormente, tentou contactar a Veterinária a fim de assumir inteiramente a responsabilidade e reconsiderarem o cargo da funcionária, mas até ao momento, ainda ninguém se mostrou disponível para um diálogo.
 
 
O povo com consciência colectiva

É evidente que esta é ainda hoje a realidade de todos os canis municipais. Se assim não fosse, a situação tornar-se-ia insustentável. Pois de momento não existem outras formas de contornar todas as situações abrangentes ou que surgem. A melhor, por enquanto, é adoptar um animal. Os animais quando se tornam nossos amigos, são nossos amigos para toda a vida.
 
Em todos os canis, muitos dos animais encaminhados são logo abatidos. Essa é uma realidade que devemos encarar de forma consciente e sem secretismos para colectivamente podermos combatê-la da melhor forma possível. O excesso de devoção de uns acaba por resultar na intolerância de outros.
 
E o que será do mundo com tanta intolerância assim.